O COLÉGIO

Vocês já tiveram um sonho? A certeza de um caminho?

Foi assim que nasceu a escola, com o sugestivo nome Amanhecer.

A Fatima era estudante de Pedagogia e professora de uma escola tradicional da cidade. Ao participar do seu primeiro Congresso de Educação, teve contato com o universo Montessori; mais do que encantamento, ela identificou o caminho que tanto buscava.

A partir desse momento, sua tentativa era a de que todos os trabalhos em sala de aula fossem fundamentados pela metodologia. Mas a escola era tradicional…

Foi então que depois de três anos de muito estudo e cursos de formação, era chegado o momento de ter sua própria escola.

Nossa primeira casa era pequenina, mas tinha uma frondosa jabuticabeira.
Começamos no dia 27 de janeiro de 1982 com apenas 6 alunos, 2 professores e 1 auxiliar de classe, que está conosco até hoje.

Em pouco tempo, Lupe, estudante de História e também professora, pode fazer parte desse grandioso projeto.

Juntas cresceram. O colégio ganhou um novo endereço, uma nova estrutura e, um tempo depois, um novo nome: Colégio Ágora.

Muitas de nossas crianças, hoje já universitários, passaram por aqui e foram formadas dentro da filosofia que nos norteia – educar o ser humano de forma integral, para que ele no futuro possa ser um cidadão completo, justo, competente e pacífico.

E isso se reflete em tudo o que fazemos, está implícito no nosso nome, justificando nossas ações.

A origem do nome Ágora

Nossos alunos estavam crescendo… e vieram nos pedir que a escola tivesse um nome “de grandes”. Assim, através de um plebiscito em 1996 envolvendo alunos, professores e funcionários, realizamos internamente a escolha do novo nome da Escola. Entre algumas possibilidades, o Ágora, sugerido por um de nossos alunos, logo ganhou destaque por seu valor, por conseguir traduzir nosso entendimento sobre o que é Educar.

“Ágora era a principal praça pública nas cidades da Grécia Antiga; um espaço aberto onde todos podiam expor suas ideias, sugestões e propostas sobre os aspectos da vida pública. Nela se praticava a liberdade de pensamento, das artes e da filosofia. A Praça Ágora era um espaço de encontros, de conversas e de decisões.”

A Ágora, na Grécia Antiga, foi o berço da democracia e tudo que a envolvia, foi igualmente o berço para o crescimento de nossa escola.